sábado, 6 de março de 2010

Eu tava triste, tristinho...

Não, isso não é música de Zeca Baleiro! Se você veio até aqui querendo ler uma boa letra de música, sinto muito em frustrá-lo, caro leitor.
Vamos ao que interessa:
Quarta-feira, 03 de março de 2010
Lá estava eu, sentada no confortável sofá de minha casa, tv nas alturas, mal dava pra ouvir meus pensamentos. Estava assistindo uma emocionante partida de futebol [eu gosto, qual o problema?]. Futebol acabou, a tv eu desliguei e a tristeza voltou. Eram mais de 23:00 horas da noite, olho meu celular e eis que existem três ligações não atendidas, e de um número que não estava gravado na minha agenda [troquei de aparelho e não gravei ainda alguns números]. Se fosse em um dia comum, eu nem retornaria, no máximo no outro dia, mas como aquele não era um dia normal, retornei. Uns amigos meus, já pra lá de Bagdá, me chamam pra ir 'cumê água' [expressão porpular aqui na Bahia]. Eu, já cansada depois de um dia de trabalho e me acostumando ao novo horário, recusei de primeira. Desliga-se o telefone. Segundos depois ligam de novo e não me deixam falar nada:
- Vamo, vamo, vamo, vaaaaaaamo, vamoooo, vamo, vamo!
Dou risada e resolvo aceitar. Troco de roupa e fujo de casa na ponta dos pés para meus pais não acordarem preocupados.

Nada como os amigos pra animar a gente.

Namasté
=*

3 comentários:

Desabafando disse...

é nada como ter bons amigos não?

espero que esteja bem viu? Li seu comentário sobre a tal crise de meia idade...espero que isso passe logo.

Maurício Ladeia disse...

Amigos são realmente oq há =]
Tinha tempo que eu n vinha aqui... adorei a foto de fundo, bela blusa, digo pernas, digo blusa =p
Beijo moça!

Fabi disse...

Oi Linda, passei aqui pra saber da música do zeca, me dei mal nem era haushsha
mas gostei de seu blog.
beeeijos