segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Sábado, já eram 17:30 da tarde.
- Meu sábado já foi pelo ralo - pensei.
Dirijo-me a TV ligada propositalmente no SBT, sento em frente à mesma e em questão de segundos meu celular toca.
- Nati, venha aqui em casa assistir filme e comer brigadeiro!
(Nem gosto disso...)
- Eu levo pipoca e refri!
Vamos pro programa de meninas! Oba! E lá fui eu, fazer alguma coisa em meu sábado morno.
Tentamos assistir O Fabuloso Destino, mas o volume do computador está muito baixo e ficamos conversando. Daí o "1º damo" (leia-se namorado) chega carregando-a pra sair. Me chama, inclusive, e lá vamos mudar de ambiente.
O som tá bom, as companhias estão boas, conheço pessoas novas, tudo lindo! Esqueço da vida.
Mas, como se fosse pirraça uma certa música começa a tocar
O meu amor partiu
Cansou dos meus vícios
E mesmo que amanhã ele volte com outro feitiço
Hoje meu amor partiu e nada vai
Nada vai mudar isso

daí pras lembranças brotarem é questão de segundos. Minha feição muda, abaixo a cabeça, respiro fundo e caipiroska pra dentro. E a saudade apertando no meu peito, meu celular vibra com um som de mensagem chegando. Abro e apenas uma palavra está escrita nela: 'Saudade..' Parece que leu meus pensamentos.
Agora é só ter paciência e esperar o próximo encontro.

Agora confesse, você combinou com a cantora do bar, não foi?

Namasté.

;*

6 comentários:

Juliano disse...

É o coração presenteando vocês dois, quando um coração aperta o outro sente..!

Bjoooos..

BoLaS disse...

Foi. pegadinha do spaguette! rá!


;)

Desabafando disse...

coisas da vida que acontecem quando menos esperamos!

Náhira Brunelle disse...

"Melhor sábado da sua vida", são as palavras do primeiro damo!
haha.....
na verdade, o problema foram aquelas pessoas chatas, falando alto, que atrapalhou. =x

Spaguete... hahaha.. creio que ele anda meio 'cozido', não?!
hahaha

adorei o sábado! beeeijo

Amanda disse...

Se vacilar eu conheço os cantores.

Essa música dói. Dói muito.
:/

Aiii, nem chama.

Natália Mendes disse...

Ow, decidimos tudo na hora Mam! Náhi por enquanto mora próximo a mim.