sexta-feira, 10 de julho de 2009

Confissões

Eu sou uma moça estudiosa.
Eu não vou pra lugar nenhum esse fim de semana por que sou uma moça estudiosa.
Eu não gosto de farra, por isso não vou a lugar nenhum esse final de semana porque sou uma moça estudiosa.

A quem eu quero enganar? [emotion de tédio] Só se estiver me enganando.
Mas em partes. Voltei a estudar pra concurso e próxima semana irei assistir umas aulas em uns cursinhos pra concurso aqui em Itabuna's city.

Sendo sincera (como sempre fui). Depois dos últimos acontecimentos me senti mais motivada a ir em busca desse objetivo, só que assim que reiniciei minha tragetória, percebi que isso já estava associado a minha pessoa. Para os que não entenderam: eu gosto de estudar. Mas tenho preguiça. Na verdade não é só preguiça, mas existe um fator nisso tudo que contribui: sempre que estou em casa e inicio algum estudo minha mãe atrapalha. Não estou culpando-a de nada, sei que ela fica enfurnada dentro de casa e não sai e as pans, mas quando ela me vê em casa quietinha vem arrumar assunto. Mas isso pra mim não é problema, só quando estou fazendo alguma coisa importante. Confesso, é desculpa. Mas não vem ao caso.
Na biblioteca da FTC, onde tudo é lindo, limpo e arrumado, aquelas pessoas estudando numa concentração contagiante me sinto à vontade de estudar e gerar resultados. Nesse momento do dia me sinto útil, pelo menos pra mim mesma. O que eu quero dizer com isso tudo é que as vezes precisamos de um empurrãozinho pra iniciarmos algo. E com isso realizarei muitos sonhos de uma só vez, não sei se todos vão dar certo, mas é arriscando que a gente comprova essas coisas.
Além do mais, eu sou uma pessoa sortuda. Tenho sorte de ter a família que tenho, o trabalho que tenho, os amigos que tenho, enfim, tudo mesmo e essa sorte me acoimpanhará nessa trajetória. E quanto ao resto a gente correr atrás (e é isso que eu tô fazendo=D).

Mas mudando de assunto...
Hoje enquanto estava arrumando as coisas aqui na empresa pra mudarmos e ouvindo Michael Jackson, lembranças me invadem a memória e me fazem sentir uma coisa de uma forma que nunca havia sentido. É meu povo, eu tô com saudades. Antigamente minha saudades era relacionada com sofrimento, e chorava pra me acabar. Dessa vez não. É bom e ao mesmo tempo ruim. Um misto de sensações indecifrável, pelo menos pra mim. É nessas horas que penso: ainda bem que eu não tenho dinheiro, porque ousadia eu tenho de sobra! Pense ai, se eu tivesse? Eu largava tudo e ia correndo matar essa saudade. Porque como meus amigos me chamaram depois dos ultimos acontecimentos, eu sou louca. Mas eu acho que de louco todo mundo tem um pouco.

Namasté.

;*

p.s.: Talvez seja um defeito irremediável esse meu de expressar meus sentimentos, mas é inevitável.
Enquanto isso, esculto Los Hermanos (adoro mas eu adoro desde antes dos últimos acontecimentos =D).

"Moço, olha só o que eu te escrevi
É preciso força pra sonhar e perceber
que a estrada vai além do que se vê"
[Além do que se vê - Los Hermanos, versão adaptada]

3 comentários:

BoLaS disse...

Corramos atrás de tudo, porque tudo nos pertence....


já ouvi isso em algum lugar.

Ps1.: Micahel jackson era O cara da música

Ps2.: Eu tbm gosto de Los

Ps3.: Louca? você? huahuahuahua qué iiiiiisso.

Bjo mamita

Náhira Brunelle disse...

Se não arriscarmos, não saberemos como poderia ser! Vai em frente e dê o tiro no escuro. Mas ciente do que está fazendo, é claro.
Eu não gosto de estudar, tenho preguiça e nem me esforço.. E aí, como faz?! Me ensina a pelo menos gostar?! hehehehhe

TE Adoro, lindona! Obrigada por tudo!!
Quero te ver muito feliz!!
Saudadess....
beijitos!

Rô Castro disse...

Oi,Natália

É Isso aí menina vc é uma guerreira corajosa,de fato se não arriscar como saber o resultado .Viver é isso implica riscos .. bjs