quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Ai ai ai ai ai Tô solteiro em Salvador, cadê o meu amor??

Eh, eu enrrolei, enrrolei, mas cheguei!
Se soubesse de tudo isso tinha vindo antes! Mal cheguei e a farra estava garantida. Tudo bem, quie a gente perde noites de vez em quando, mas faz parte do processo.
Aiii, o que seria de mim sem vocês?
Me perguntaram o porque de eu não ter ido para o carnaval de Itabuna, ou pelo menos aqui lo que eles chamam de carnaval (hehehe não desmerecendo minha terrinha), mas acho que a resposta já foi dada, né?
Voltei a seção comilança, mas hoje ela acabou. Decididamente, vou dar uma corridinha na orla, paquerar alguns soterapolitanos (aii até parece né Natália) e tá tudo lindoo!
Falando em paquera... O pessoal aqui é desesperadíssimo! Tipo, parece que nunca viu mulher na vida! Até na rodoviária, comendo o pãozinho de queijo da maneira mais sexy da minha vida (ui*) o povo não perdoa.
Bom, deixa eu ir que a Orla me chama!
E carnaval, tamo ai na atividade!
Depois conto mais coisinhas.
Ah... Vai ter Mano Chao aqui, e desculpem, eu vou! (E a simplicidade fica onde Natália?).
Namasté.
;***
"Aqui estão os que, de mão na mão,
arriscam tudo; tudo dão,
tudo oferecem com generosas mãos;
aqui estão os que se sentem irmãos."
*~Nicolás Guillém, poeta cubano

Um comentário:

Américo disse...

Perdoe os homens que se encantam com você comendo pão de queijo na rodoviária. Eu adoraria ter visto.

Américo