quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Último Romance - Los Hermanos


Eu encontrei-a quando não quis
mais procurar o meu amor
e o quanto levou foi pra eu merecer
antes um mês e eu já não sei
e até quem me vê lendo jornal
na fila do pão sabe que eu te encontrei

E ninguém dirá
que é tarde demais
que é tão diferente assim
do nosso amor
a gente é que sabe pequena
ah vai

Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém
afim de te acompanhar
e se o caso for de ir a praia
eu levo essa casa numa sacola..
Eu encontrei-a e quis duvidar
tanto clichê
deve não ser
você me falou
pra eu não me preocupar
ter fé e ver coragem no amor
e só de te ver
eu penso em trocar
a minha tv num jeito de te levar
a qualquer lugar
que você queira
e ir onde o vento for
que pra nos dois
sair de casa já é
se aventurar
ah vai

Me diz o que é o sossego que eu te mostro alguém
afim de te acompanhar
e se o tempo for te levar eu sigo essa hora
eu pego carona
pra te acompanhar
*****
Porque todas as vezes que meus relacionamentos terminam eu penso que não vou mais encontrar alguém para mim. Mas a vida é uma caixinha de surpresas.
Tá, eu ainda não encontrei alguém, mas as esperanças retornaram e se não for da próxima vez, vai ser na próxima e assim sucessivamente.
Perder as esperanças jamais!
Eu conheci essa música tem um ano, e ela sempre me lembrava alguém, principalmente quando dizia "me diz o que é o suforco que eu te mostro alguém afim de te acompanhar". Mas tô colocando-a com outro sentido pra mim, porque o antigo já não vale mais a pena.
Às vezes deixamos de viver pequenas alegrias para ir em busca da grande felicidade. Não devemos deixar de viver as pequenas alegrias, até porque delas podem surgir a tão esperada felicidade. [Natália A. Mendes]
Nota do autor: uia, tô me saindo até uma boa poetisa! hahahah

Um comentário:

BoLaS disse...

POetisa de primeira, é verdade.

hehehe adorei o texto!