segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Depois de me estressar por 3 dias consecutivos, tomar um porre e fazer ligações induzida pelo teor alcoólico falando sobre meu comportamento de boa moça, passar 10 horas em uma van, enfrentar um ônibus lotado (porque pagar R$ 80,00 de táxi é foda) e esperar 2:30" de um voo em atraso, chego a Maceió.
Lá ele me espera.
Foram dias maravilhosos acompanhada de uma pessoa maravilhosa e que não queria que terminasse jamais. Pude sentir cada toque, cada beijo, cada suspiro. Da preguiça de levantar da cama, das esperas ansiosas, surpresas feitas não só para agradar, mas porque fazer aquilo por ele me fazia bem, ao som que ele escolheu. Cinema, tour pelas praias, logas caminhadas e algumas fotos pra registrar. Compartilhar momentos com seus amigos (que na visita anterior ele disse que eu adoraria conhecê-los, e não errou) mesmo cansada ao som de uma banda que ele alegava ser 'minha cara' (e eu adorei) apesar de não poder curtir mais pelo fator anteriormente dito, mas que sei que ele compreende. Tudo é muito bom ao seu lado.
Domingo, o sonho anuncia seu fim. A viagem até o aeroporto segue calada. Me passava um mundo de coisas pela cabeça, mas não conseguia dizer nada. É melhor assim. Olho a paisagem da linda cidade, que agora se torna fria e triste. Odeio despedidas. Me seguro pra não chorar mas é só passar pelo portão de embarque que as lágrimas teimam em cair.
De volta a vida real. Academia, trabalho, treino. A saudade apertando o peito. E eu que nem gostava de dormir abraçadinho volto mal acostumada. Me falta um pedaço que deixei em outro estado. E a vontade de que o sonho que tive essa noite se realize. Você quer?
"Se você vier, pro que der e vier comigo
Eu te prometo o sol, se hoje o sol sair
Ou a chuva, se a chuva cair
Se você vier até onde a gente chegar
Numa praça na beira do mar
Um pedaço de qualquer lugar
Neste dia branco se branco ele for
Esse tanto, esse canto de amor
Se você quiser e vier pro que der e vier comigo"
[Dia Branco - Geraldo Azevedo]
Namasté.
;*

4 comentários:

Juliano disse...

Eitaa despedidas de fato são tão ruins mesmo, Sim eu sempre choro também..

Beijoooos e boa semana!

BoLaS disse...

nha!


;)

te adoro!

Desabafando disse...

Que bom que vc aproveitou....mas por outro lado fiquei triste por vc....pela despedida no aeroporto...parecida com a história do garoto triste que contei lá! Que pena!

fique bem! O bom é que vc sempre poderá voltar a viver tudo aquilo!

Náhira Brunelle disse...

Uma pena que não deu pra comprar a caneta, né?! =x
Porém fico feliz por vocês.... que esses sonhos continuem acontecendo com uma grande frequência e que a felicidade só faça transbordar!!!

Saudades, lindona!

beeeeeeeeeeeeeeeeijo